Waldo Bravo

Nascido no Chile em 1960, e radicado no Brasil desde 1981, sua formação em artes visuais deu-se através de diversos cursos nos dois países. Área de atuação: Artes Integradas (Pintura, Fotografia, Instalação, Tridimensionais, Vídeo, Intervenção Urbana, Ações em Arte).

Bravo tem em seu currículo onze exposições individuais, quatro bienais, e muitas exposições coletivas, entre elas: Cidades Imaginadas no MAC Panorama da Arte Atual Brasileira/93 no Museu de Arte Moderno MAM em São Paulo; III Bienal Nacional de Santos – SP; X Bienal Internacional de Arte de Valparaiso no Chile; Bienal de Vilnius/96 na Lithuania, Museu de Arte Contemporâneo MAC/95 y 05 em São Paulo, Paço das Artes/88 em São Paulo, Pinacoteca do Estado de São Paulo em 93; Memorial da América Latina/93 em São Paulo, entre outros. Tem obras expostas em galerias e museus de diversos países e tem recebido importantes prêmios, entre eles a Condecoração ao Mérito Cultural da Ordem Gabriela Mistral, outorgada pelo governo do Chile em 1993.

Em 1997, teve sua obra publicada em livro “Signografia Arqueo-Urbana”, assinado pelo crítico de arte Paulo Klein e editado pelo Escritório Brasileiro de Artes, EBART.

Obras

Título: Limbo A
Ano: 2009
Dimensões: 58 x 37 x 6 cm
Técnica: Assemblage (Imagem digital, madeira, vidro e parafusos)
Edição: 1/5
Título: Limbo B
Ano: 2009
Dimensões: 58 x 43 x 7 cm
Técnica: Assemblage (Imagem digital, madeira, vidro e parafusos)
Edição: 1/5
Título: Limbo C
Ano: 2009
Dimensões: 67 x 44 x 5 cm
Técnica: Assemblage (Imagem digital, madeira e vidro)
Edição: 1/5
Título: Território 6
Ano: 2010
Dimensões: 30 x 110 cm e 10 x 7 cm
Técnica: Anamorfose digital sobre tela e imagem imaterial (Espelho)
Edição: 1/5
Título: Território 7
Ano: 2010
Dimensões: 30 x 110 cm e 10 x 7 cm
Técnica: Anamorfose digital sobre tela e imagem imaterial (Espelho)
Edição: 1/5
Fale Conosco